Itacaré Web Gospel

Translate

VERSÍCULOS BÍBLICO

Seguidores.

Google+ Followers

Comentários

Google+ Badge

sexta-feira, 1 de julho de 2011

VALORIZANDO OS PAIS

Pr. Elinaldo Renovato de Lima





Certo filho era muito desobediente a seus pais. Como criança, viveu normalmente, ao lado dos pais, aceitando sua autoridade, mas, quando na adolescência, sofreu a influência dos amigos na escola, na rua, e tornou-se rebelde, não dando valor a seus pais. Os anos se passaram e, já casado, pai de filhos, sentiu como era difícil ser pai. E se lembrou da luta que seus pais tiveram com ele para educa-lo, orienta-lo na vida espiritual, e em todos os aspectos. Um dia, seu pai veio a falecer. Diante do caixão, ele sentia remorso, e chorava, dizendo quanto seu pai fora importante para a sua formação. Elogiou o pai, morto, dizendo palavras que nunca pensara em dizer-lhe enquanto em vida. Aquele filho só aprendeu a valorizar seu pai tarde demais. Que Deus nos ajude a ser gratos a Ele pelos pais, de acordo com Sua Palavra. Nesse pequeno estudo, desejamos que os adolescentes e jovens entendam como valorizar seus pais.

1. GUARDANDO A PALAVRA DE DEUS (Sl 119-11)
Adolescentes e jovens só poderão ser felizes, na vida, se procurarem obedecer a Palavra de Deus, lendo-a; ouvindo-a de seus pais , ou na igreja (muitos pais não são crentes). Sadraque, Mesaque e Abdênego, jovens crentes, foram lançados no fogo, e salvos por Deus, porque obedeciam a Palavra. Ester soube viver no palácio do rei, pois conhecia e obedecia a Deus.

2. OBEDECENDO E HONRANDO PAI E MÃE (Ef 6.1-3)
A Bíblia diz aos jovens: "Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa, para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra". "Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto é agradável ao Senhor (Cl 3.20). A obediência é uma atitude de justiça dos filhos para com os pais e para com Deus. É agradável. Ao contrário, a desobediência desonra e é desagradável.

A honra dos filhos aos pais é garantia de futuro feliz: é mandamento; a promessa: felicidade ("te vá bem"); muito anos de vida; há muitos que morrem cedo, ou vivem infelizes, pois Deus cobra deles a desobediência à sua palavra. Essa cobrança pode vir depois, no casamento, na velhice. Em Ec 12.1, adverte a Bíblia: "Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: não tenho neles contentamento". Os jovens crentes precisam estar atentos ao que está acontecendo no mundo de hoje:

- crise de relacionamento com os pais: é ação maligna para desestruturar a família;

- espírito de rebeldia e desobediência aos pais: é ação do diabo para prejudicar os jovens, privando-os das bênçãos de Deus quanto a seu futuro;

- libertinagem, permissividade, fruto da (des)educação moderna; o melhor referencial é a Bíblia;

- filhos querem mandar nos pais: é subversão da ordem de Deus para a família;

3. OUVIR A INSTRUÇÃO DOS PAIS
" Filho meu, ouve a instrução de teu pai e não deixes a doutrina de tua mãe" (Pv 1.8). É preciso saber ouvir. Não apenas escutar. Quando os pais ensinam os filhos, de acordo com a Palavra de Deus, é muito importante saber ouvir para obedecer e honrar. Em Provérbios 4.1-10, temos preciosos ensinamentos para os filhos;

"1 Ouvi, filhos, a correção do pai e estai atentos para conhecerdes a prudência.

2 Pois dou-vos boa doutrina; não deixeis a minha lei.

3 Porque eu era filho de meu pai, tenro e único em estima diante de minha mãe.

4 E ele ensinava-me e dizia-me: Retenha as minhas palavras o teu coração; guarda os meus mandamentos e vive.

5 Adquire da sabedoria, adquire a inteligência e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca.

6 Não desampares a sabedoria, e ela te guardará; ama-a, e ela te conservará.

7 A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois, a sabedoria; sim, com tudo o que possuis, adquire o conhecimento.

8 Exalta-a, e ela te exaltará; e, abraçando-a tu, ela te honrará.
9 Dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará.

10 Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se te multiplicarão os anos de vida".

4. SENDO MOTIVO DE ALEGRIA PARA OS PAIS
"O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho louco é a tristeza de sua mãe" (Pv 10.1). O jovem cristão precisa esforçar-se para que, no que depende de si, ser motivo de alegria para seus pais e não de tristeza. Certamente, Deus o recompensará por isso, na sua mocidade e no seu futuro. O que a pessoa planta colhe (Gl 6.7).

5. SENDO AFETIVO COM OS PAIS
"Então, deixou ele os bois, e correu após Elias, e disse: Deixa-me beijar a meu pai e a minha mãe..." (1 Rs 19.20). Elizeu teve a chamada de Deus, mas mostrou que amava seus pais, pedindo ao profeta que deixasse ir primeiro demonstrar seu carinho para com eles. Hoje, muitos filhos crentes são grosseiros com seus pais. Isso, além de prejudicar o relacionamento, é pecado, sendo motivo de cobrança de Deus da vida dos jovens, na mocidade ou no casamento, mais tarde. É preciso entender os pais. Eles são de outra geração. Muitos não estudaram, não tiveram condições de absorver idéias novas e conhecimentos atuais. Mas os filhos de hoje vieram ao mundo por meio deles. Por isso , precisam ser gratos a Deus, amando, obedecendo e honrando os pais.

CONCLUSÃO

Que Deus abençoe aos jovens e adolescentes, para que entendam o valor da Palavra de Deus, no que diz respeito ao relacionamento com seus pais. Quando os pais não são crentes, muitas vezes fica mais difícil, mas com a ajuda do Espírtio Santo, tudo é possível (Fp 4.13). Se são pais crentes, é preciso buscar também a graça a a direção do Senhor para que haja um viver feliz, harmonioso e feliz com eles.

Nenhum comentário:

Pesquise Aqui!

Itens compartilhados de Marcelo

Musicas

Ocorreu um erro neste gadget

Minha lista de blogs