Itacaré Web Gospel

Translate

VERSÍCULOS BÍBLICO

Seguidores.

Google+ Followers

Comentários

Google+ Badge

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Marido Não Crente o que fazer?

"E se alguma mulher tem marido incrédulo, e ele consente em habitar com ela, não se separe dele". (I Co 7:13) Às vezes a divergência de credos pode ser uma grande fonte de conflitos na família. Tenho recebido e-mails de muitas mulheres pedindo conselho de como proceder com seus maridos incrédulos. A Bíblia nos aconselha a não nos casar com alguém de outra religião (Dt 7:3,4 e I Co 7:39), mas se descobre o Evangelho depois de casada, os votos conjugais continuam valendo (I Co 7:10,13) e como! Em todo o tempo a Bíblia enfatiza a importância do vinculo conjugal e ensina as mulheres a serem prudentes, castas, boas donas de casa, sujeita a seus maridos, justamente para que a Palavra de Deus não seja blasfemada (Tt 2:4,5).

Por mais difícil que possa parecer, a postura da mulher deve ser segundo os frutos do Espírito. Uma das primeiras atitudes que a mulher tem que tomar e a submissão, a caridade, longanimidade, paz, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança (Gl 5:22, 23). Outro ponto é tentar se colocar no lugar da outra pessoa, talvez a implicância dele pode derivar do fato de se sentir sozinho, ameaçado por uma nova "religião", se sentir trocado ou mesmo deixado de lado e talvez o orgulho o impeça de admitir isso, por isso os gestos negativos. Jamais o deixe pensar que seu amor por Jesus faça com que o ame menos, por isso mesmo, seja mais dócil, compreensiva e procure-o mais. Assim a mulher deve ser mais cuidadosa ainda com as coisas do lar e como seu marido, afinal se não houver verdadeiramente uma mudança para melhor, que proveito terá a sua conversão?

Contudo, há ainda alguns maridos que impedem que suas esposas freqüentem a igreja, isso é vencido com muita oração, jejum, persistência e sabedoria. A Palavra de Deus, diz que as mulheres devem ser sujeitas aos maridos, assim como é decente ao Senhor (Cl 3:18), o que se opõem veemente contra a independência e gestos de rebelião, assim deve ser sujeita ao marido por sujeição ao Senhor. Como enfrentar o obstáculo dele não deixá-la ir ao culto? A Bíblia também diz que devemos servir e adorar somente ao nosso Deus (Mt 4:10).Esse fato me faz lembrar da passagem de Abigail, que por amor ao seu marido e obediência a Deus, passou a sua frente, para que nenhum mal lhe sucedesse, protegendo-o e fazendo a vontade do Senhor. Então teve atitude compreendida por seu marido posteriormente e sua fé foi justificada por Deus (I Sm 25:2–42). O que queremos dizer com isso, que deve se rebelar contra o seu marido?

De forma alguma!...Mas que deve sim agir com sabedoria. Nunca deixe o serviço da casa atrasado para ir a igreja, não atrase as refeições, redobre o cuidado com os filhos e principalmente com o marido. Pedro e os Apóstolos disseram "Mais importa obedecer a Deus do que aos homens" (At 5:29) e ainda Paulo escrevendo a Gálatas comenta: "Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? Ou procuro agradar aos homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gl 1.10). Temos então dois extremos, mas a família é plano de Deus, inclusive em I Co 7:16 diz que "como saberá se a mulher ou marido Crente salvará o seu cônjuge", sem contar em At 16.31, que nos diz que crendo em Jesus será salvo toda a sua casa, demonstrando assim a importância da postura do Crente perante o seu casamento.

Procure orar, tenha sabedoria, vá a igreja na hora que seu esposo não esteja em casa e nunca deixe seus deveres domésticos de lado por causa da Obra do Senhor. Jesus mesmo disse que isso aconteceria, pois Ele veio trazer uma espada, membros crentes de algumas famílias se sentiriam cortados dos demais (Mateus 10:34-36), contudo Ele quer salvar todos em seu lar. Conheci várias mulheres que passaram por isso, uma delas inclusive é Pastora atualmente e orou 11 anos pelo direito de Servir e demonstrar seu amor a Deus. Elas venceram através da fé, perseverança, oração, jejum e principalmente temor ao Senhor. Mas como convertê-lo?...A principal arma que uma mulher tem é o testemunho, seu comportamento.

A Bíblia não permite que a mulher ensine ao seu marido "Não permito, porem, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silencio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva" (I Tm 2:12,13). Não pense que isso seja um machismo, pois alem de ser mandamento de Deus a experiência nos mostra que a maioria das vezes, quando uma mulher age assim com seu marido ele pode vir com palavras duras e irônicas. Quando isso acontecer, não retalie caso se sinta injustiçada, lembre-se do exemplo de Jesus, que mesmo sendo acusado sem ter nenhum pecado ficou mudo perante seus acusadores: "o qual quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se aquele que julga justamente" (I Pe 2:21,23). Nestas horas, lembre-se da imperfeição humana, pois para o incrédulo tudo é impuro, pois sua mente e sua consciência estão contaminadas (Tt 1:15).

Use do maior dom que Deus lhe deu: o amor. "Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor (...) E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele". (I Jo 4:16) O mais importante de tudo, não guarde magoas: "Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre sua ira" (Ef 4:26). Pois como vimos no versículo anterior a esse, somente amando permanecemos em Deus e guardando rancores, cada vez mais se estará distante de Deus e da salvação de seu marido. Neste caso o mais sensato é que a esposa Cristã evite pregar ao marido, caso ele não se interesse, até para poupar aborrecimentos. Mas, sem duvida ela deve seguir o conselho do apóstolo Pedro: "Vós, esposas, estai sujeitas aos vossos próprios maridos, a fim de que, se alguns não forem obedientes à palavra, sejam ganhos sem palavra, por intermédio da conduta de suas esposas, por terem sido testemunhas oculares de sua conduta casta, junto com profundo respeito" (1 Pedro 3:1,2).

Esta é a sua maior garantia. Simplesmente sua vida com ele tem que ser melhor agora com Cristo, do que era antes. E isso depende apenas de você, da sua capacidade de perdoar, de compreender, de ceder, ser humilde, depende da sua obediência a Deus, do seu comportamento e real conversão. Assim, com certeza atrairá seu marido para Jesus, pois ele ficará ansioso para conhecer o verdadeiro caminho, do amor, paz e salvação. A oração é essencial, mas principalmente sua atitude, pois: "Vos sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta, senão para ser pisado pelos homens. Vos sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e da luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas obras e glorifiquem o vosso Pai, que estas nos céus" (Mt 5:13-16). Que o Senhor possa iluminar e guiar seus passos, dar sabedoria e fortalecê-la nas horas difíceis, mas tenha fé que a vitória e certa, quem garante é Jesus (At 16.31).

Missionário Adriana Fonte
www melodia.com.br

Nenhum comentário:

ESTUDOS NOTICIAS INFORMAÇÕES E MUITO MAIS

Pesquise Aqui!

Itens compartilhados de Marcelo

Musicas

Ocorreu um erro neste gadget

Minha lista de blogs