Itacaré Web Gospel

Translate

VERSÍCULOS BÍBLICO

Seguidores.

Google+ Followers

Comentários

Google+ Badge

domingo, 30 de outubro de 2011

Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor: Vejam a grandeza de Deus e do Senhor Jesus Cristo...

Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor: Vejam a grandeza de Deus e do Senhor Jesus Cristo...: Aqui esta a Diretoria da Sede Nacional da Ihreja Evangélica Jesus Cristo é o Senhor aqui estar o pastor Aguinaldo, o coope...

GRANDE VIGÍLIA EM ITACARÉ VOCÊ NÃO PODE PERDER.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pastor morre durante o culto e no altar

sábado, 22 de outubro de 2011

:::ITACARÉ NOTÍCIAS:::: Reality 'Nas Ondas de Itacaré' terá Diego Alemão, o campeão do BBB 7

:::ITACARÉ NOTÍCIAS:::: Reality 'Nas Ondas de Itacaré' terá Diego Alemão, o campeão do BBB 7

Trio elétrico gay para de funcionar em frente a uma igreja evangélica

Um trio elétrico que promovia um evento de parada gay em Rondônia, Brasil, parou de funcionar em frente a uma Igreja Evangélica, no domingo 29 de agosto, por volta das 21 hs.

O fato ocorreu durante o desfile da Parada Gay de Porto Velho, onde milhares de pessoas se reuniram para prestigiar o evento que teve como tema “Meu Voto, Minha Cidadania: Voto Não Homofobia.” O acontecimento conhecido por 8ª Parada do Orgulho LGBT de Porto Velho, objetivou orientar a população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais para o voto consciente, bem como obter o respeito e inclusão dos mesmos na sociedade.

“Vote em candidato que apoia a causa LGBT,” propunha um grupo gay de Rondônia.

O mo

vimento deu iniciou às 15 horas Praça das Caixas D’água, prosseguindo em seu percurso até o término na Rua Euclides da Cunha.

Segundo o Rondoniaaovivo, durante o percurso, por volta das 21 hs, o caminhão abre-alas da Parada Gay sofreu uma pane no sistema de som, parando de funcionar em frente à uma Igreja Evangélica. Isso ocorreu logo após entrar na Rua Joaquim Nabuco, onde está localizada a Igreja. O carro levava a diretoria e convidados do Grupo Gay de Rondônia.

Os participantes do desfile ficaram preocupados, e, exaltados começaram a reclamar da falta de música. Alguns chegaram a arremessar latas contra o caminhão. Os técnicos não conseguiram fazer o trio elétrico funcionar e o som parou até que chegasse na esquina da Rua Joaquim Nabuco com a avenida Sete de Setembro, quando a caminhão saiu da rua citada.

A festa foi pacífica, e contou com o apoio de vários setores da sociedade organizada.

Fonte: Christian Post

NOTICIA- Evangélicos tem previsão de crescimento para 57,4 milhões no Brasil



Missionário da SEPAL fez a projeção da população evangélica de 57,4 milhões para este ano de 2011 e 109,3 milhões para 2020, e diz que as razões para o grande crescimento não se trata de avivamento.

Luis André Bruneto, um dos pesquisadores da SEPAL, Missão Internacional Servindo aos Pastores e Líderes que realiza estudos teológicos, falou ao The Christian Post sobre as projeções da população evangélica para os próximos anos e as possíveis razões que explicam fenômeno do rápido crescimento da população evangélica no Brasil.

A SEPAL realizou um estudo ano passado, baseado nos dados do Censo do IBGE de 2000 e da pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha em março de 2007, encontrando que em 2020 a população evangélica representará mais de 50% da população brasileira.

“Projetamos uma porcentagem de cerca de 52,2% da população evangélica em 2020, ou seja, aproximadamente 109,3 milhões de evangélicos para uma população de 209,3 milhões,” afirmou Luis.

A projeção baseia-se na taxa de crescimento obtida entre os anos de 1990 e 2000 e na premissa de que a taxa de crescimento dessa religião continue a mesma dos últimos 40 anos.

A confiabilidade dos dados é de 95%, afirmou Luis.

Segundo ele, seguindo essa taxa de crescimento anual de 7,42%,, ele informou que para o ano de 2011, chegaremos a 57,4 milhões de evangélicos.

A revista ÉPOCA também divulgou no ano de 2010 estudos sobre o crescimento da população evangélica, avaliando que os evangélicos influenciariam em todas as esferas da vida brasileira.

Para teólogos e antropólogos ouvidos por ÉPOCA, a população evangélica, a partir do crescimento numérico, contribuirá para a diminuição no consumo do álcool, o aumento da escolaridade e a diminuição no número de lares desfeitos.

Na opinião do pesquisador da SEPAL, o fenômeno do grande crescimento não se trata de avivamento. Ele acredita que o avivamento se reflete, “na conversão em massa das pessoas, mas também em profundas mudanças no pensamento da sociedade, direcionada pela influência dos cristãos redimidos.”

“Se tomarmos essas duas linhas de pensamento, não está acontecendo um avivamento no Brasil,” afirmou.

Alguns motivos que o pesquisador lista são, “o evangelismo aguerrido dos evangélicos, a adoção de regras menos rígidas, a ampliação da visão da vida cristã para dentro da sociedade, a flexibilidade dos costumes e o aumento da classe média.”

Na região nordeste do Brasil, onde se constatou menor presença de evangélicos, o estudioso explicou os fatores de acordo com o tipo de região que ele menciona de “dois tipos de nordeste.” O tipo “A,” diz ele, com belas praias, grandes cidades, onde os evangélicos possuem um crescimento abaixo do restante do país, mas aceitável. E o outro, ele chama de tipo “B,” que é o nordeste do sertão, onde os evangélicos raramente passam de 1%.

Como fatores do baixo índice ele cita três razões. A “primeira é a forte raiz católica romana da população, ampliada pela religiosidade sincrética mística.” Um exemplo disso é a forte adoração à ídolos católicos como padre Cícero e frei Damião, que ainda não foram canonizados pelo Vaticano.

A segunda razão se deve à dificuldade de evangelizar as cidades do interior do nordeste. “Boa parte do sertão não possui estradas asfaltadas e os meios de comunicação são precários,” explicou.
A terceira razão é a falta de interesse da Igreja em evangelizar esse povo carente. “Na verdade, a razão para isso é que o retorno financeiro dentro dessa realidade é mínimo, e assim, a missão não consegue se auto sustentar nem mesmo a longo prazo.”

Apesar dessas estimativas ele alerta que é necessário pensar além dos números.

Ele questiona, “O que muda na sociedade com tanta gente nas Igrejas?”

A questão do nominalismo na opinião do pesquisador deve avançar, citando um exemplo em que a cidade mais evangélica do Brasil, Quinze de Novembro (RS), tem cerca de 80,4% de evangélicos e a sua cidade vizinha Alto Alegre, a 20 km de distância, tem apenas 0,28% de evangélicos.

“A mais evangelizada ao lado de uma das cidades menos evangelizadas do país.”

Luis também pergunta, “será que a vida num país de maioria protestante pode mudar?” Segundo ele, a resposta para essa pergunta depende de como a liderança se comportará daqui para frente.

Para ele, o Brasil possui hoje uma liderança “despreparada em sua maioria e maioria e carente de direção na teologia, eclesiologia e missiologia.”

Ele expressa também algumas preocupações com relação ao crescimento da população evangélica, como por exemplo crescimento econômico que atrairá líderes materialistas.

“A classe média deve dobrar nos próximos anos isso, “atraindo gente com o “olho gordo” nessa fatia da população, ou seja, líderes materialistas com forte vocação para a teologia da prosperidade.”

Além disso, ele cita que há a “superficialidade da vida do povo brasileiro.”

“Vemos isso presente no meio evangélico brasileiro e deve continuar assim pelos próximos anos, acelerando a dualidade entre ‘vida religiosa’ e ‘vida secular,’ que já existe hoje.”

“A religião é um suspiro da criatura oprimida, a alma de um mundo desalmado, assim como é o espírito de uma situação carente de espírito. É o ópio do povo. Ou seja, qualquer impulso humano gerado por uma insatisfação de nível político, econômico ou social pode ser desviada para objetos religiosos.”

Luis, mencionou também “o egoísmo e o individualismo presente nesses dias, externando também na vida religiosa.”

“Muito embora, parte do povo evangélico se preocupa com o próximo, uma outra parte, e poderíamos afirmar a maioria, se preocupa apenas com o seu bem-estar.”

Entretanto, ele acredita positivamente na transformação da sociedade brasileira e urge para que haja “uma instituição forte que represente os evangélicos, em sua maioria, “que grite alto pelos interesses pautados na Palavra de Deus.”

“Precisamos de fato orarmos ao Senhor dos céus para que essa transformação da nação brasileira possa ser genuína de acordo com os moldes apresentados no Evangelho de Cristo.”

Os estudiosos da SEPAL aguardam a divulgação do próximo censo, o de 2010, para obterem condições reais para verificar as estimativas quanto aos evangélicos e a população brasileira.

Eles planejam após isso fazer o mapa evangelístico do país baseado nos novos dados e compará-los com os anteriores.

Christian Post (Via: Folha Gospel)

Casal processa Igreja Universal por cobrar cura que não aconteceu



A Igreja Universal do Reino de Deus da cidade de Nova Ponte, localizada no Triangulo Mineiro, será processada por uma família que foi supostamente enganada em relação a cura de seu filho que tem vários problemas de saúde.

Os pais alegam que o pastor da IURD disse que eles precisavam participar da Fogueira Santa para que seu filho fosse curado, mas para poder participar eles precisavam doar bens materiais e dinheiro. “Teríamos de doar nossos bens mais valiosos como carro, jóias. Demos R$800 em dinheiro”, conta Wederson Reis da Silva, o pai da criança.

O casal tem um filho de cinco anos que nasceu prematuro e aos dois meses teve hidrocefalia, uma doença no cérebro. Depois ele contraiu meningite cinco vezes e acabou com paralisia cerebral.

Apesar da oferta e da fé do casal, a cura da criança não aconteceu e agora a família está sem carro e sem dinheiro. Paola Amália Souza, diz que não tem como levar o filho ao médico porque não tinha carro e também não tinha dinheiro para pagar o aluguel. “Me sinto enganada”, desabafa.

O processo foi movido em 2009, mas a primeira audiência aconteceu no fórum de Nova Ponte na quinta-feira, 28, entre a família e representantes da IURD. O pastor que supostamente enganou esses pais, foi transferido de cidade.

O advogado da família, João Paulo Nunes, disse que vai pedir indenização por danos morais e a devolução dos bens doados à igreja.

A igreja Universal mandou uma representante e um advogado de Belo Horizonte, mas nenhum deles quis gravar entrevista. A audiência durou quase duas horas. Testemunhas dois lados foram ouvidas.

Quanto fatura o mercado gospel?



Em 2010 houve um grande movimento na música gospel brasileira e para os cofres das gravadoras.

Hoje o Gospel Channel vai dar alguns números sobre quanto a gravadora e a cantora ganha com seus CDs, e o resultado é bastante expressivo. Vale lembrar que quanto mais o CD vende, mais a cantora ganha. Os preços citados abaixo são de lojas fora das capitais, o restande apenas suposições para se ter uma idéia do valor real. O número de cópias vem do Controle Gospel de Vendas.

Vamos começar:

Damares chegou a mais de 300.000 cópias vendidas de seu CD "Diamante", vamos deixar arredondado para 300.000

A média do preço no interior do Estado de São Paulo, é de 18 à 24,00 reais. Vamos deixar em torno dos R$ 18,00.

CD Diamante - 18,00 reais cada
CD Diamante - 300.000 cópias vendidas
CD Diamante = R$ 5.400.000,00 faturados
Supondo que Damares ganhe 50% das vendas - R$ 2.700.000,00 (SUPONDO APENAS)
Já parou para pensar?!!


Outros Exemplos:

Elaine de Jesus - CD Celestial já passa das 50.000 cópias. Simplificando, supondo o preço de R$18,00 temos 900.000 reais faturados. Se Elaine ganha 50% das vendas, temos 450.000 reais.

Grandes vendas como "Régis Danese-compromisso" - 1.000.000 de cópias vendidas; 50 % são para ele, significa 9.000.000 de reais em sua conta bancária.

Venda x preço individual x 50
O resultado que der divide por 100
Dados não oficiais


Não sabemos quanto é estabelecido na hora de assinar o contrato, apenas arredondamos para você ter uma noção de quanto dinheiro é movimentado a cada CD sucesso lançado. Por causa disso grandes gravadoras seculares estão entrando no mercado gospel, o resultado é bastande lucrativo para elas.

Gospel Channel

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

RF Divulgações: Davi Sacer, Eyshila, Fernandinho, Damares e Regis ...

RF Divulgações: Davi Sacer, Eyshila, Fernandinho, Damares e Regis ...: Troféu Promessas foi lançado meses atrás pela Rede Globo e GEO Eventos, com coordenação da agência Quartel Design. O intuito do projeto é p...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

‘Golpe baixo’ do movimento gay contra Pr. Malafaia | Verdade Gospel - Portal gospel de notícias do Brasil

‘Golpe baixo’ do movimento gay contra Pr. Malafaia | Verdade Gospel - Portal gospel de notícias do Brasil

NOTICIA: Piores momentos para Cristãos



Os cristãos paquistaneses, "vivem em uma atmosfera de insegurança. A existência de cristãos nunca foram ameaçados como é hoje, e a situação foi pior nos últimos anos."

Durante uma visita ao Paquistão, o Secretário Geral do Conselho Mundial de Igrejas, pediu pela proteção das minorias religiosas e a necessidade de que o Estado tome as medidas necessárias contra a intolerância religiosa.

"O governo paquistanês não deve fechar os olhos para a cultura e a violência perpetrada por meio do uso e abuso da lei de blasfêmia, que intensificam, comunais ódio intolerância e perseguição que pode abater qualquer um no país, e particularmente as minorias religiosas", disse o Rev. Dr. Olav Fykse Tveit, falando em uma conferência de imprensa em Lahore, no final da sua visita de três dias.

Os cristãos estão entre as minorias religiosas do país, ao lado de Hindus, Ahmadis, Parsees Sikh e bahá'ís, que são afetados severamente pelas leis discriminatórias - incluindo a ambígua blasfêmia lei 295 c, que tem causado muitas mortes, inclusive a de um cristão este ano.

Os líderes da igreja compartilhavam com ele como minorias religiosas, especialmente os cristãos, "que vivem em uma atmosfera de insegurança. A existência de cristãos nunca foram ameaçados como é hoje, e a situação foi pior no ano passado" .

Dr Tveit foi acompanhado em sua visita pelo Dr. Mathews George Chunakara, diretor da Comissão da WCC das Igrejas para Assuntos Internacionais, que descreveu a visita como "expressão de solidariedade oportuna uma vez que as minorias cristãs têm medo da violência que é uma ameaça para a inter religiosa harmonia e coexistência pacífica."

Nos dias 8-10 de outubro, o Secretário-Geral da CMI se dirigiu a uma reunião ecumênica na sede do Conselho Nacional Cristão do Paquistão, se reuniu com o comitê executivo nacional da Igreja Presbiteriana do Paquistão, assistiu a uma recepção pública organizada pelo Sínodo da Igreja do Paquistão e Diocese do Raiwind, e participou na dedicação da Catedral Central do Praying das mãos em Lahore. Em sua saudação, ele citou o Salmo 85: "A justiça vai olhar para baixo do céu."


Fonte: Persecution
Tradução: Conhecer é Preciso

NOTICIA: Massacre de Cristãos no Egito



ISTAMBUL - Os serviços fúnebres foram realizadas NO DIA 10 no Cairo para algumas das vítimas de um ataque militar contra um grupo de manifestantes cristãos que deixaram 26 mortos e centenas de feridos.

Na esteira do que poderia ser o pior ato de violência contra os cristãos egípcios na história moderna, os líderes da Igreja Ortodoxa Copta pediram três dias de jejum e oração por intervenção divina, juntamente com três dias de luto.

Líderes de outras tradições de fé entre os cristãos egípcios relataram esforços semelhantes entre suas congregações. Samia Sidhom , editor do copta semanal Al Watani , disse que coptas em todo o Egito está abalado com o ataque e com o futuro dos cristãos de todo o país. "Neste ponto, você não pode sequer imaginar como vai ser o futuro” , disse ela. Falando especificamente sobre a chamada para o jejum, ela acrescentou: "Neste ponto, ou Deus faz alguma coisa ou você não ganha nada em tudo."

O ataque começou no final da tarde de domingo (09 de outubro), quando manifestantes cristãos marchando através do Cairo começaram a receberem pedradas e outros projéteis perto de uma ponte que corta a baixa do Cairo.

No momento em que os manifestantes foram capazes de retornarem para um edifício a radiodifusão televisiva e de rádio conhecido como o Edifício Maspero, o exército começou a disparar contra a multidão e forças com veículos antimotim contra os manifestantes. Testemunhas do local teria dito que os ataques deixaram peças espalhadas no local.

Video amador na cena mostra dois veículos antimotim lavoura para a multidão de manifestantes. O protesto veio em resposta a um ataque de 30 de setembro no Alto Egito, onde o Mar Gerges prédio da Igreja foi incendiada junto com vários cristãos de propriedade particulares e empresas em Elmarenab vila em Aswan. O prédio da igreja, que estava sendo reformado, foi atacado por muçulmanos locais que alegou a congregação não tinha o direito de construí-lo, apesar de documentos legais párocos estendeu o contrário.

Os muçulmanos locais alegou que a estrutura era uma casa de hospitalidade. Antes do ataque, paroquianos da igreja tentaram atravessar para fora do edifício. Quando ela estava sendo destruída, empreiteiros, onde a remoção cúpulas que os muçulmanos locais considerados ofensivos. O Mar Gerges foi a terceira igreja no Egito em sete meses a ser queimado por uma multidão. Sidhom disse que manifestantes cristãos estão particularmente preocupados com o ataque à Igreja porque o governo responsabilizou-os por isso, alegando que o prédio era uma casa de hospitalidade com a construção ilegal ocorrendo.

cristãos coptas agora representam 7 a 10 por cento do país 80 milhões de pessoas.


Veja também este vídeo que mostra a policia agredindo um manifestante.
http://www.youtube.com/watch?v=3OAYMw25Q2U&feature=player_embedded&skipcontrinter=1

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS MIN. DE MADUREIRA DE ITACARÉ.

CONVITE!
Atenção Você não pode perder grande a grande campanha de Libertação pelas Vidas que si distanciaram dos caminhos do Senhor, todas as quintas feiras começando DIA 13/10 A 01/12 às 18h com uma forte Oração de com clamor pela Libertação de vidas, contamos com a sua presença nesses dias contaremos com Pregadores da Região e Cantores que estará juntos conosco nessa jornada, venha traga a sua família e juntos clamaremos pela libertação e DEUS fará o milagre em nome de JESUS, esperamos por você.

PB. MARCELO MASCARENHAS E PB. PIERRY.


IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS MIN. DE MADUREIRA DE ITACARÉ.

VISITE A IGREJA EM DIAS DE CULTOS:
Domingo culto de Louvor e Adoração pra toda Família, Terça Ensinamento da Palavra de Deus, Quarta departamento de Senhoras e Quinta Libertação.

PR. JESIEL CHAVES

OBREIROS E AUXILIARES.

OBREIROS E AUXILARES.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

(ESTUDO) A QUALIDADES DE UM LÍDER


Os líderes nascem no seio da igreja, e não necessariamente, necessitam de uma formação acadêmica. O que importa realmente é a vida reta, santa e digna de ser imitada pelos demais da congregação. São levantados com duas missões principais, são elas:

a) Preparar os eleitos para uma vida segundo a vontade de Deus, produzindo frutos dignos de arrependimento.
“Foi ele quem “deu dons às pessoas”. Ele escolheu alguns para serem apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e ainda outros para pastores e mestres da Igreja. Ele fez isso para preparar o povo de Deus para o serviço cristão, a fim de construir o corpo de Cristo”. Ef 4.11,12

b) Pregar a verdade da salvação a todos.
“E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros”. 2Tm 2.2

Os que ocupam cargos de liderança (em qualquer área da igreja), precisam viver a verdade do evangelho, na autoridade e poder do Senhor. Que sejam pessoas que creiam incondicionalmente na Bíblia e aceite o mover do Espírito Santo em toda a sua amplitude, que jamais queiram limitar o Senhor à Palavra, mas, que tenha consciência que Ele é o Senhor da Palavra e que vai além da revelação já existente.

Qualidades presentes na vida dos verdadeiros líderes:

1- Chamados por Deus:
”O SENHOR disse a Moisés: —Mande chamar o seu irmão Arão e os filhos dele, Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar. Separe-os do povo de Israel para que me sirvam como sacerdotes.” Ex 28.1
”Em nós não há nada que nos permita afirmar que somos capazes de fazer esse trabalho, pois a nossa capacidade vem de Deus.” 2Co 3.5

O Chamado vem do Senhor, que capacita os Seus servos a desempenharem as funções para as quais foram comissionados. A preocupação do escolhido do Senhor deve restringir-se apenas em santificar-se e buscar a sensibilidade para ouvir o Espírito.

2- Comissionados por Cristo:
“Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a obedecer a tudo o que tenho ordenado a vocês. E lembrem disto: eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos”. Mt 28.19,20

Os escolhidos para a manifestação do evangelho do Senhor precisam receber a autoridade que é dada pelo Senhor. É ouvir o Ide!

3 – Enviados pelo Espírito Santo:
“E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram. Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre.” At 13.2-4

Sem a confirmação e a direção do Espírito Santo, o líder não tem autoridade para tomar decisões próprias. É preciso ser sensível à voz do Espírito e esperar o momento certo para agir.

4 – Sensíveis à voz de Deus:
“Jesus afirmou: —Simão, filho de João, você é feliz porque esta verdade não foi revelada a você por nenhum ser humano, mas veio diretamente do meu Pai, que está no céu”. Mt 13.17
“Um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Dispõe-te e vai para o lado do Sul, no caminho que desce de Jerusalém a Gaza; este se acha deserto. Ele se levantou e foi”. At 8.26

A habilidade de liderar não está na sabedoria humana, mas, na capacidade de ouvir e obedecer à orientação que vem dos céus. É totalmente possível a uma pessoa simples ser poderosamente usada pelo Senhor na manifestação do seu poder. O compromisso com o Senhor deve ser vista por todos.

5- Cheio de Fé:
“Visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.” Rm 1.17

A perseverança na fé é uma virtude do líder segundo o coração de Deus. Pois, no curso da caminhada, dificuldades surgirão e é preciso está alicerçados, plena confiança para vencer as adversidades. Veja o exemplo de Abraão: Gn 12.1-20; 17.1-27; 22.1-19

6- Exemplos vivos de Cristo:
“Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.” 1Co 11.1

Os líderes precisam refletir a imagem do Senhor, para que seus liderados o veja como exemplo digno de imitação. É preciso um comportamento digno, palavras sábias e ações santas. Paulo declarou-se como digno de ser imitado.

7- Homens e mulheres de caráter:
“O bispo deve ser um homem que ninguém possa culpar de nada... É preciso que o bispo seja respeitado pelos de fora da Igreja, para que não fique desmoralizado e não caia na armadilha do Diabo. Do mesmo modo, os diáconos devem ser homens de palavra e sérios... Primeiro devem ser provados e depois, se forem aprovados, que sirvam a Igreja. A esposa do diácono também deve ser respeitável e não deve ser faladeira. Ela precisa ser moderada e fiel em tudo.” 1Tm 3.1-13

Paulo faz uma descrição das qualidades que devem estar presentes na vida do líder. É preciso que seja maduro e demonstrar um caráter ético e aprovado por todos.

8- Cheios de humildade:
“Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha: Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte—morte de cruz.” Fp 2.5-8

O maior exemplo de humildade que temos, é o de Cristo Jesus. Ele, obedeceu, fez a obra e pagou um alto preço.

9- O líder ouve os liderados e aprende com eles:
“Encontrei em Davi, filho de Jessé, o tipo de pessoa que eu quero e que vai fazer tudo o que eu desejo.” At 13.22

Davi foi um rei sensível a Deus, líder humilde que aceitava as repreensões e os conselhos que procediam dos profetas. É sábio ouvir as pessoas, mesmo que as sugestões não sejam as melhores.

10- Segundo o coração de Deus:
“Então, os homens de Israel disseram a Gideão: Domina sobre nós, tanto tu como teu filho e o filho de teu filho, porque nos livraste do poder dos midianitas. Porém Gideão lhes disse: Não dominarei sobre vós, nem tampouco meu filho dominará sobre vós; o SENHOR vos dominará.” Jz 8.22,23

Alguns são líderes natos; mas, o líder sábio deposita nas mãos do Senhor as suas tarefas e sensíveis ao Espírito Santo, age segundo a Sua orientação.

11- Vida de orações e jejuns:
“E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram. Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre.” At 13.2-4

A vida de oração e jejum possibilita ao líder comunhão íntima com o Senhor e a possibilidade de ouvir e ser orientado literalmente pelo Espírito de Deus. É um governo “teocrático”.

12- Sonhos, visões, profecias, revelações, etc:
“Ora, os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo. E também há diversidade nos serviços, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é quem opera tudo em todos. A manifestação do Espírito é concedida a cada um visando a um fim proveitoso. Porque a um é dada, mediante o Espírito, a palavra da sabedoria; e a outro, segundo o mesmo Espírito, a palavra do conhecimento; a outro, no mesmo Espírito, a fé; e a outro, no mesmo Espírito, dons de curar; a outro, operações de milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos; a um, variedade de línguas; e a outro, capacidade para interpretá-las.” 1Co 12.4-10

Crer e viver o sobrenatural do Senhor é uma condição na vida de um líder segundo o coração de Deus.

13- Milagres, sinais e maravilhas:
“Homens de Israel, escutem o que eu vou dizer. Deus mostrou a vocês que Jesus de Nazaré era um homem aprovado por ele. Pois, por meio de Jesus, Deus fez milagres, maravilhas e coisas extraordinárias no meio de vocês, como vocês sabem muito bem.” At 2.22

Os milagres e sinais são para nossos dias, devemos encará-los como a manifestação do poder de Deus, indispensável para a edificação de vidas.

14- Unidade dos liderados:
“Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele.” At 1.14

Uma das qualidades do líder é reunir os irmãos num só pensamento, numa só direção e isto só é possível, quando há o mover do Espírito Santo da vida.

15- Intrepidez, coragem:
“Ao verem a intrepidez de Pedro e João, sabendo que eram homens iletrados e incultos, admiraram-se; e reconheceram que haviam eles estado com Jesus.” At 4.13

A nossa coragem e sabedoria nas ações precisam demonstrar que andamos com Cristo.

Mas, a maior qualidade do líder, não importa qual a classe de liderança (seja: pastor, presbítero, diácono, professor, diretor de associações, etc.), inquestionavelmente é a condição de cheios do Espírito Santo. As ações e atitudes serão bênção.

Sejas um líder segundo o coração de Deus.

Elias R. de Oliveira

Adoração Verdadeira!

“E Esdras abriu o livro perante os olhos de todo o povo; porque estava acima de todo o povo; e, abrindo-o ele, todo o povo se pôs em pé. E Esdras louvou o SENHOR, o grande Deus; e todo o povo respondeu: Amém! Amém!, levantando as mãos; e inclinaram-se e adoraram o SENHOR, com o rosto em terra.” Ne 8.5,6
A adoração consiste nos atos e atitudes que reverenciam e honram à majestade do grande Deus do céu e da terra. Sendo assim, a adoração concentra-se em Deus, e não no ser humano. No culto cristão, nós nos acercamos de Deus em gratidão por aquilo que Ele tem feito por nós em Cristo e através do Espírito Santo. A adoração requer o exercício da fé e o reconhecimento de que Ele é nosso Deus e Senhor.

BREVE HISTÓRIA DA ADORAÇÃO AO VERDADEIRO DEUS.

O ser humano adora a Deus desde o ínicio da história. Adão e Eva tinham comunhão regular com Deus no jardim do Éden (cf. Gn 3.8). Caim e Abel trouxeram a Deus oferendas (hb. minhah, termo também traduzido por “tributo” ou dádiva”) de vegetais e de animais (Gn 4.3,4). Os descendentes de Sete invocavam “o nome do SENHOR” (Gn 4.26). Noé construiu um altar ao Senhor para oferecer holocaustos depois do dilúvio (Gn 8.20). Abraão assinalou a paisagem da terra prometida com altares para oferecer holocaustos ao Senhor (Gn 12.7,8; 13.4, 18; 22.9) e falou intimamente com Ele (Gn 18.23-33; 22.11-18).
Somente depois do êxodo, quando o Tabernáculo foi construído, é que a adoração pública tornou-se formal. A partir de então, sacrifícios regulares passaram a ser oferecidos diariamente, e especialmente no sábado, e Deus estabeleceu várias festas sagradas anuais como ocasiões de culto público dos israelitas (Êx 23.14-17; Lv 1—7; Dt 12; 16). O culto a Deus foi posteriormente centralizado no templo de Jerusalém (cf. os planos de Davi, segundo relata 1Cr 22—26). Quando o templo foi destruído, em 586 a.C., os judeus construíram sinagogas como locais de ensino da lei e adoração a Deus enquanto no exílio, e aonde quer que viessem a morar. As sinagogas continuaram em uso para o culto, mesmo depois de construído o segundo templo por Zorobabel (Ed 3—6). Nos tempos do NT havia sinagogas na Palestina e em todas as partes do mundo romano (e.g. Lc 4.16; Jo 6.59; At 6.9; 13.14; 14.1; 17.1, 10; 18.4; 19.8; 22.19).
A adoração na igreja primitiva era prestada tanto no templo de Jerusalém quanto em casas particulares (At 2.46,47). Fora de Jerusalém, os cristãos prestavam culto a Deus nas sinagogas, enquanto isso lhes foi permitido. Quando lhes foi proibido utilizá-las, passaram a cultuar a Deus noutros lugares, geralmente em casas particulares (cf. At 18.7; Rm 16.5; Cl 4.15; Fm v. 2), mas, às vezes, em salões públicos (At 19.9,10).

MANIFESTAÇÕES DA ADORAÇÃO CRISTÃ.

1) Dois princípio-chaves norteiam a adoração cristã.
(a) A verdadeira adoração é a que é prestada em espírito e verdade (ver Jo 4.23), i.e., a adoração deve ser oferecida à altura da revelação que Deus fez de si mesmo no Filho (ver Jo 14.6). Por sua vez, ela envolve o espírito humano, e não apenas a mente, e também como as manifestações do Espírito Santo (1Co 12.7-12).
(b) A prática da adoração cristã deve corresponder ao padrão do NT para a igreja (ver At 7.44). Os crentes atuais devem desejar, buscar e esperar, como norma para a igreja, todos os elementos constantes da prática da adoração vista no NT.

2) O fato marcante da adoração no AT era o sistema sacrificial (ver Nm 28, 29). Uma vez que o sacrifício de Cristo na cruz cumpriu esse sistema, já não há mais qualquer necessidade de derramamento de sangue como parte do culto cristão (ver Hb 9.1—10.18).
Através da ordenança da Ceia do Senhor, a igreja do NT comemorava continuamente o sacrifício de Cristo, efetuado de uma vez por todas (1Co 11.23-26). Além disso, a exortação que tem a igreja é oferecer “sempre, por ele, a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome” (Hb 13.15), e a oferecer nossos corpos como “sacrifício vivo, santo e agradável a Deus” (Rm 12.1).

3) Louvar a Deus é essencial à adoração cristã. O louvor era um elemento-chave na adoração de Israel a Deus (e.g., Sl 100.4; 106.1; 111.1; 113.1; 117), bem como na adoração cristã primitiva (At 2.46,47; 16.25; Rm 15.10,11; Hb 2.12).

4) Uma maneira autêntica de louvar a Deus é cantar salmos, hinos e cânticos espirituais. O AT está repleto de exortações sobre como cantar ao Senhor (e.g., 1Cr 16.23; Sl 95.1; 96.1,2; 98.1,5,6; 100.1,2). Na ocasião do nascimento de Jesus, a totalidade das hostes celestiais irrompeu num cântico de louvor (Lc 2.13,14), e a igreja do NT era um povo que cantava (1Co 14.15; Ef 5.19; Cl 3.16; Tg 5.13). Os cânticos dos cristãos eram cantados, ou com a mente (i.e. num idioma humano conhecido) ou com o espírito (i.e., em línguas; ver 1Co 14.15). Em nenhuma circunstância os cânticos eram executados como passatempo.

5) Outro elemento importante na adoração é buscar a face de Deus em oração. Os santos do AT comunicavam-se constantemente com Deus através da oração (e.g. Gn 20.17; Nm 11.2; 1Sm 8.6; 2 Sm 7.27; Dn 9.3-19; cf. Tg 5.17,18). Os apóstolos oravam constantemente depois de Jesus subir ao céu (At 1.14), e a oração tornou-se parte regular da adoração cristã coletiva (At 2.42; 20.36; 1Ts 5.17). Essas orações eram, às vezes, por eles mesmos (At 4.24-30); outras vezes eram orações intercessórias por outras pessoas (e.g. At 12.5; Rm 15.30-32; Ef 6.18). Em todo tempo a oração do crente deve ser acompanhada de ações de graças a Deus (Ef 5.20; Fp 4.6; Cl 3.15,17; 1Ts 5.17,18). Como o cântico, o orar podia ser feito em idioma humano conhecido, ou em línguas (1Co 14.13-15).

6) A confissão de pecados era sabidamente parte importante da adoração no AT. Deus estabelecera o Dia da Expiação para os israelitas como uma ocasião para a confissão nacional de pecados (Lv 16). Salomão, na sua oração de dedicação do templo, reconheceu a importância da confissão (1Rs 8.30-36). Quando Esdras e Neemias verificaram até que ponto o povo de Deus se afastara da sua lei, dirigiram toda a nação de Judá numa contrita oração pública de confissão (cap. 9). Assim, também, na oração do Pai nosso, Jesus ensina os crentes a pedirem perdão dos pecados (Mt 6.12). Tiago ensina os crentes a confessar seus pecados uns aos outros (Tg 5.16); através da confissão sincera, recebemos a certeza do gracioso perdão divino (1Jo 1.9).

7) A adoração deve também incluir a leitura em conjunto das Escrituras e a sua fiel exposição. Nos tempos do AT, Deus ordenou que, cada sétimo ano, na festa dos Tabernáculos, todos os israelitas se reunissem para a leitura pública da lei de Moisés (Dt 31.9-13). O exemplo mais patente desse elemento do culto no AT, surgiu no tempo de Esdras e Neemias (8.1-12). A leitura das Escrituras passou a ser uma parte regular do culto da sinagoga no sábado (ver Lc 4.16-19; At 13.15). Semelhantemente, quando os crentes do NT reuniam-se para o culto, também ouviam a leitura da Palavra de Deus (1Tm 4.13; cf. Cl 4.16; 1Ts 5.27) juntamente com ensinamento, pregação e exortação baseados nela (1Tm 4.13; 2Tm 4.2; cf. At 19.8-10; 20.7).

8) Sempre quando o povo de Deus se reunia na Casa do Senhor, todos deviam trazer seus dízimos e ofertas (Sl 96.8; Ml 3.10).
Semelhantemente, Paulo escreveu aos cristãos de Corinto, no tocante à coleta em favor da igreja de Jerusalém: “No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade” (1Co 16.2). A verdadeira adoração a Deus deve, portanto ensejar uma oportunidade para apresentarmos ao Senhor os nossos dízimos e ofertas.

9) Algo singular no culto da igreja do NT era a atuação do Espírito Santo e das suas manifestações. Entre essas manifestações do Espírito na congregação do Senhor havia a palavra da sabedoria, a palavra do conhecimento, manifestações especiais de fé, dons de curas, poderes miraculosos, profecia, discernimento de espíritos, falar em línguas e a interpretação de línguas (1Co 12.7-10). O caráter carismático do culto cristão primitivo vem, também, descrito nas cartas de Paulo: “Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação” (1Co 14.26). Na primeira epístola aos coríntios, Paulo expõe princípios normativos da adoração deles (ver 1Co 14.1-33). O princípio dominante para o exercício de qualquer dom do Espírito Santo durante o culto é o fortalecimento e a edificação da congregação inteira (1Co 12.7; 14.26).

10) O outro elemento excepcional na adoração segundo o NT era a prática das ordenanças — o batismo e a Ceia do Senhor. A Ceia do Senhor (ou o “partir do pão”, ver At 2.42) parece que era observada diariamente entre os crentes logo depois do Pentecostes (At 2.46,47), e, posteriormente, pelo menos uma vez por semana (At 20.7,11). O batismo conforme a ordem de Cristo (Mt 28.19,20)
ocorria sempre que havia conversões e novas pessoas ingressavam na igreja (At 2.41; 8.12; 9.18; 10.48; 16.30-33; 19.1-5).

AS BÊNÇÃOS DE DEUS PARA OS VERDADEIROS ADORADORES.

Quando os crentes verdadeiramente adoram a Deus, muitas bênçãos lhes estão reservadas por Ele. Por exemplo, Ele promete:
(1) que estará com eles (Mt 18.20), e que entrará e ceará com eles (Ap 3.20);
(2) que envolverá o seu povo com a sua glória (cf. Êx 40.35; 2Cr 7.1; 1Pe 4.14);
(3) que abençoará o seu povo com chuvas de bênçãos (Ez 34.26), especialmente com a paz (Sl 29.11; ver o estudo A PAZ DE DEUS);
(4) que concederá fartura de alegria (Sl 122.1,2; Lc 15.7,10; Jo 15.11);
(5) que responderá às orações dos que oram com fé sincera (Mc 11.24; Tg 5.15);
(6) que encherá de novo o seu povo com o Espírito Santo e com ousadia (At 4.31);
(7) que enviará manifestações do Espírito Santo entre o seu povo (1Co 12.7-13);
(8) que guiará o seu povo em toda a verdade através do Espírito Santo (Jo 15.26; 16.13);
(9) que santificará o seu povo pela sua Palavra e pelo seu Espírito (Jo 17.17-19);
(10) que consolará, animará e fortalecerá seu povo (Is 40.1; 1Co 14.26;2Co 1.3,4; 1Ts 5.11);
(11) que convencerá o povo do pecado, da justiça e do juízo por
meio do Espírito Santo (ver Jo 16.8 nota); e
(12) que salvará os pecadores presentes no culto de adoração, sob a convicção do Espírito Santo (1Co 14.22-25).

EMPECILHOS À VERDADEIRA ADORAÇÃO.

O simples fato de pessoas se dizendo crentes realizarem um culto, não é nenhuma garantia de que haja aí verdadeira adoração, nem que Deus aceite seu louvor e ouça suas orações.
(1) Se a adoração a Deus é mera formalidade, somente externa, e se o coração do povo de Deus está longe dEle, tal adoração não será aceita por Ele. Cristo repreendeu severamente os fariseus por sua hipocrisia; eles observavam a lei de Deus por legalismo, enquanto seus corações estavam longe dEle (Mt 15.7-9; 23.23-28; Mc 7.5-7). Note a censura semelhante que Ele dirigiu à igreja de Éfeso, que adorava o Senhor mas já não o amava plenamente (Ap 2.1-5).
(2) Outro impedimento à verdadeira adoração é um modo de vida comprometido com o mundanismo, pecado e imoralidade. Deus recusou os sacrifícios do rei Saul porque este desobedeceu ao seu mandamento (1Sm 15.1-23). Isaías repreendeu severamente o povo de Deus como “nação pecadora... povo carregado da iniqüidade da semente de malignos” (Is 1.4); ao mesmo tempo, porém esse mesmo povo oferecia sacrifícios a Deus e comemorava seus dias santos. Por isso, o Senhor declarou através de Isaías: “As vossas festas da lua nova, e as vossas solenidades, as aborrece a minha alma; já me são pesadas; já estou cansado de as sofrer. Pelo que, quando estendeis as mãos, escondo de vós os olhos; sim, quando multiplicais as vossas orações, não as ouço, porque as vossas mãos estão cheias de sangue” (Is 1.14,15). Semelhantemente, na igreja do NT, Jesus conclamou os adoradores em Sardes a se despertarem, porque “não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus” (Ap 3.2). Da mesma maneira, Tiago indica que Deus não atenderá as orações egoístas daqueles que não se separam do mundo (Tg 4.1-5). O povo de Deus só pode ter certeza que Deus estará presente à sua adoração e a aceitará, quando esse povo tiver mãos limpas e coração puro (Sl 24.3,4; Tg 4.8).


Fonte: BEP

VIGILHA EM ITACARÉ

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Cristãos presos por evangelizar na Índia

A

Polícia no sul da Índia, estado de Andhra Pradesh prenderam oito cristãos após fundamentalistas hindus acusarem de tentar fazer "conversões forçada".

A Associação Evangélica da Índia, disse que os membros da Igreja Irmãos, do estado de Kerala, teve permissão da polícia para pregar o Evangelho.

Mas enquanto eles estavam pregando, uma multidão liderada por extremistas hindus cercaram e os levou para a delegacia. A polícia prontamente acusou-os de "inimizade por promover entre os diferentes grupos em razão da religião" e enviou-os para a cadeia.

Eles foram presos em 23 de setembro e ainda não foram libertados sob fiança.
Ore por estes Homens de Deus!


Fonte: Persecution
Tradução: Conhecer é Preciso

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

A policia fecha duas Igrejas na Índia



Em uma população de 52,8 milhões de pessoas em Karnataka, os cristãos são pouco mais de um milhão. No entanto, "extremistas hindus com a cumplicidade das autoridades continuam seu reinado de terror contra a comunidade cristã", diz Sajan K George, presidente do Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC).


Seus comentários vêm no encalço do fechamento de duas igrejas pentecostais nos distritos de Hassan e Bangalore, em 25 de Setembro. Em ambos os casos, a intervenção da polícia na sequência de queixas de grupos radicais hindus. Com estes últimos episódios, o número de ataques anti-cristãos em Karnataka, só este ano(2011) já são 36 casos.


Desde 2008 o Governo de Karnataka é dirigido pelo Bharatiya Janata Party(BJP), partido ultra-nacionalista que apóia grupos e movimentos de extremistas hindus pertencente ao Sangh Parivar , como o Rashtriya Swayamsevak Sangh(RSS), o Vishwa Hindu Parishad ( VHP) ou o Bajrang.


No distrito de Bangalore, a polícia levou em custódia Hulimavu o pastor da Igreja de Deus do Evangelho Pleno, com base em inúmeras denúncias que o acusam de não ter permissão para realizar cultos regulares e de praticar conversões forçadas.


Segundo o presidente do GCIC, durante o interrogatório do inspetor de polícia Balram Gowda "ameaçava o pastor de uma forma clara e ordenada para fechar a igreja, ou ele seria preso." No mesmo dia em Bagesafleshpur (Hassan distrito), extremistas hindus atacaram a Pentecostal Church End Igreja de Times de colheita total, bateram no Pastor John Frederick D'Souza e algumas senhoras que tentou intervir, rasgando as Bíblias das mãos das pessoas.


Presente e jogá-los no chão Então, os atacantes chamou a polícia que ao chegar ordenou que o pastor acabar-se com o serviço de oração e fechar a igreja Novamente, a polícia alegou falta de regularidade que permite a prática religiosa e de conversões forçadas.. "Os pastores pentecostais foram sistematicamente espancados e ameaçados - encargos Sajan George - arrastados para delegacias de polícia com acusações falsas; preso e trancado. Muitas vezes, mesmo sem a opção de fiança. E agora, os seguidores dessas igrejas não têm nenhum como realizarem seus cultos de domingo."


Fonte: Asia News
Tradução: Conhecer é Preciso

Silas Malafaia ou Marco Feliciano para Presidente do Brasil?

No mês de junho quando acontecia a Marcha para Jesus em São Paulo, houvesse aquela ladainha que fazia referencia a candidatura do Pastor Silas Malafaia em 2014 para que ele vinhesse sair como candidato a Presidente da República.

Muitos sites divulgaram a notícia de que realmente seria verdade o tal boato. Durante a marcha pessoas foram fotografadas levando cartazes que pediam Silas Malafaia em 2014 como Presidente do Brasil.
Está semana um outro pastor teve seu nome envolvido como sendo um nome contado para a disputa presidencial. Marco Feliciano fez declarações contundentes na Expocristã sobre o Brasil ter um futuro governante evangélico e aguçou a mente, o desejo e a vontade de um povo que sonha com essa possibilidade.

Mas antes que estes ditos profetas desta nação possam entrar de vez neste submundo marcado pela lama podre da política, você acha realmente que nossos ministros do evangelho devem realmente disputar algum cargo? Será que eles vão se manter firmes em seus propósitos?

Caro leitor; digo lhe que já não é de hoje que estes profetas se desviaram de seus caminhos e tomaram outra rota. Principalmente estes que já estão envolvidos com a política; quanto mais envolvidos, mais se desviaram. Basta você fazer uma análise de atos, basta você ver uma pregação de antes e depois. O Silas Malafaia de 5 anos atrás, não e o mesmo de hoje. O Marco Feliciano de 4 anos atrás não é o mesmo de hoje.
Não foi só de aparência que eles mudaram, não foi só de postura que eles mudaram. Eles mudaram seu jeito de agir, e o jeito de falar. O que antes eles pregavam contra, hoje eles lutam a favor. E se assim mudam de opinião facilmente pelo envolvimento e influência que tem de outros em si mesmos. Não se espante quando estes ditos profetas forem presidentes e quiserem politicamente aprovar aborto e casamento gay.

Fica a minha palavra para que você pense e reflita no que temos vivido e aprendido com eles, que possamos aprender o que é bom e vomitar o que não presta, lançar para longe todo este espírito de engano que cega nossos profetas e que desviam nossos crentes. Eu profetizo, não quero um presidente evangélico para ter status, não quero fazer parte de uma nação de rótulo, pois quando eu era católico vivia neste nação de rótulo. Hoje que sou evangélico e com muito esforço conseguimos tirar o rótulo da Aparecida, não quero colocar o nosso título e tornar a nação um país de idolatria evangélica.

Será que já esquecemos que a dias atrás cantamos; se o penhor dessa igualdade, conseguimos conquistar com braço forte; será que não vamos conseguir nos manter gigantes pela própria natureza, o nosso hino nacional e claro e evidente nos mostrando que se ergues da justiça e que o filho teu não foge à luta, nem teme…

Só que esquecemos disso, esquecemos e acabamos por perder nossos valores e ideais. E você que é o futuro do Brasil, não deixe também ser envolver com as maracutaias e enganos deste país, seja firme e forte, não tema e nem fuja a luta. Pois aquele que perseverá até o fim sempre sai vitorioso.

Profetada por Dayan Lima

Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor: AVIVA POVO DE DE TA CHEGANDO A HORA

Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor: AVIVA POVO DE DE TA CHEGANDO A HORA: CONVITE O PASTOR PRESIDENTE FUNDADOR NACIONAL DA IGREJA EVANGÉLICA JESUS CRISTO É O SENHOR NA RUA A-N.º 75, BAIRRO JULHO ADERNE , NA CIDAD...

ESTUDOS NOTICIAS INFORMAÇÕES E MUITO MAIS

Pesquise Aqui!

Itens compartilhados de Marcelo

Musicas

Ocorreu um erro neste gadget

Minha lista de blogs